Por que devo ir para cloud? 2 motivos para ir logo!

10 Mar 2019

Olá Caro leitor!

Em 2015 escrevi um post disponibilizando informações sobre o que levam as empresas a adotar o cloud computing. Este post pode ser acessível aqui.

Resumindo, os 4 principais atributos eram:

  • Acessível de qualquer lugar;
  • Facilita a administração de TI;
  • Agilidade para aumentar e diminuir recursos;
  • Permite TI focar no negócio.

Entendo que estes 4 atributos continuam atualizadíssimos. Entretanto, temos um quinto elemento que acredito se fizer uma nova pesquisa, será

um dos top motivos: inovação. Todas as empresas de algum modo tem projetos e iniciativas de transformação digital. Seja criar um bot para interagir com clientes, um app, ou entregar para usuários mais inteligência através de analytics. Percebo que as TIs estão sendo pressionadas a ajudar a empresa a fazer sua transformação digital, mas estão tendo dificuldades.

Se antes o que garantia o salário do pessoal de TI (e suas promoções e aumentos) era manter a disponibilidade dos serviços e reduzir custos, agora o que lhes dá mais visibilidade é a inovação. Portanto, a gestão de TI focada em disponibilidade e redução de custos, virou um peso para as TIs, pois gastam muito tempo para garantir estes requisitos e as impede de inovar!

Aí pergunto. Como a TI irá inovar, se boa parte do esforço da equipe é na manutenção do datacenter, hardware, instalações e atualizações de sistemas? Eu acredito que aumentar a equipe não será uma das primeiras opções.

Abaixo descrevo uma lista de atividades-chave de uma TI tradicional (de 2015). De fato tem muita coisa pra fazer, mas poucas atividades de fato geram valor para o negócio dado o cenário atual (inovação!):

  • Service Desk;
  • Monitoramento;
  • Micro informática;
  • Gerenciamento de AD;
  • Gerenciamento de servidores;
  • Licenciamento;
  • Manutenção e integração de sistemas;
  • Instalação / Atualização;
  • Segurança: AV e Patches;
  • Gerenciamento de firewall;
  • Manutenção Datacenter;
  • Melhorias nos serviços;
  • Gerenciamento de serviços de TI;
    • Gestão de Capacidade
    • Gestão de Mudança
    • Gestão de configuração

Então como a TI irá inovar se tem tudo isto para fazer/controlar? Aí entra o primeiro motivo para ir para Cloud. Você terceirizando a gestão básica da infraestrutura para um fornecedor de confiança, libera o tempo da sua equipe para inovar. Fora a questão que vai ficar muito mais fácil e rápido aumentar e reduzir recursos, além de reduzir custos, pagar pelo uso e etc. A ajuda de uma empresa com conhecimento, vai facilitar muito a jornada para Cloud. Evitará de ir através de tentativa e erro. Hoje em dia a desculpa de que “para fazer este projeto precisamos comprar servidor” não cola mais! Se a TI se colocar como gargalo para o negócio, os usuários vão viabilizar o projeto sem a TI (vão lá e passam seu cartão).

E qual o segundo motivo?

A inovação em si. Com a sua infraestrutura em nuvem, ou pelo menos parte dela, facilita o processo de inovação, tanto pela facilidade de subir e desligar recursos, integrações, quanto os vários serviços disponíveis na AWS, Azure, Google, IBM e etc…etc. Imagine que sua equipe de dev precise entregar uma aplicação que terá uma funcionalidade de conversão de voz em texto. Na nuvem vai ter uma API pronta para isso e você vai economizar muito tempo.

Eu vislumbro que em médio e longo prazo as atividades-chave da TI serão:

  • Coleta e análise de dados;
  • Desenvolvimento e manutenção de bots;
  • Integração de dispositivos IOT;
  • Automação e workflow de processos de negócio;
  • Desenvolvimento de aplicativos mobile;
  • Segurança da informação;
  • Service Desk (esse não morre nunca..hehe)
  • Micro informática
  • Gerenciamento de AD;
  • Gestão de Custos e mudanças

E os conhecimentos necessários para este novo mundo, também mudarão radicalmente. Na minha visão, saem os conhecimentos em infra em si, e entram os conhecimentos para tratamento de dados e melhoria da experiência do usuário.

Com toda esta mudança, eu vejo a TI uma área muito mais estratégica para o negócio. Se antigamente falávamos em “TI alinhada ao negócio”, ou seja, o board decidia seus rumos, avisava a TI e ela corria atrás para se alinhar a estratégia da empresa, agora a TI faz parte da estratégia do negócio. E muito mais oportunidades aparecerão! Mas em primeiro lugar, o mindset precisa mudar. A TI precisa deixar de lado as atividades que não agregam mais valor, e focar naquilo que ajuda a empresa a crescer e a se transformar!

Para concluir, vejo que a TI vai ter 2 grandes papéis:

  • Fazer a gestão de contratos com fornecedores cloud para manutenção dos sistemas legados, além de tratar da micro-informática;
  • Ajudar a empresa a inovar e fazer sua transformação digital.

E você? O que acha desta reflexão? Concorda? Discorda?

Deixe seu comentário e com isso todos aprendemos!

Um grande abraço.

Emerson Dorow

RELATED POST

Leave a reply

Comentários recentes

Categorias

Pesquisa ITSM

A TI da sua empresa utiliza uma ferramenta para registrar as solicitações de suporte?

View Results

Loading ... Loading ...

Calendário

March 2019
M T W T F S S
« Sep    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Parceria #GTI e TIEXAMES

Compre cursos na TIEXAMES e usando o voucher GTI você ganha 15% de desconto!

Sites Parceiros